Reino da Tristânia

(E entrando) na sala do trono, dançam os cavaleiros. Riem, blasfemam… – bradaram, outrora, aos céus as suas almas ofendidas, esperando abraçar o deleito da inexistência – …alcançaram, cada qual, o seu paraíso terrestre… os humilhados! O rei está, por fim, morto! Restam apenas as suas vestes sujas. Os lobos aguardam inertes, porém atentos, pelos restos mortais do corpo já esquecido que suportava toda a sua linhagem no sangue derramado.

Anúncios

~ por Tiago Pinto em Março 3, 2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: